Marketing e Copa do Mundo: investimento cauteloso Regras para campanhas de marketing sobre a copa de 2018

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×
FIFA regula regras para marketing esportivo para a Copa do Mundo 2018

Copa do Mundo costuma mexer com todos. Tanto quem é fã dos jogos como quem não gosta nem dos barulhos da torcida, o evento movimenta todo o planeta e muitos setores. E não se pode deixar de falar das marcas e suas campanhas de marketing. Uma oportunidade como essa é capaz de gerar um alto lucro e atrair muitos clientes em potencial.

 

Contudo, quem deseja aproveitar o momento, deve ficar atento aos requisitos institucionais dos jogos para marketing e publicidade. As normas foram determinadas pela FIFA e precisam ser seguidas se as marcas não quiserem sofrer penalidades.

 

Mas isso não é motivo para alarde. Quatro critérios importantes foram determinados pela confederação e podem guiar sua campanha de marketing sem problemas. O segredo é agir conforme a regulamentação e usar a criatividade de forma adequada.

 

Normas para marketing na Copa do Mundo 2018

 

 

Termos da Copa para marketing somente por patrocinadores

 

É isso mesmo! Qualquer negócio que deseja usar os termos já conhecidos durante os jogos para campanhas de marketing  precisa se tornar um patrocinador oficial. Isso porque as imagens, frases, palavras, emblemas e até os mascotes dos jogos foram registrados pela FIFA. E elas só podem ser compartilhadas com as empresas sócias que irão patrocinar o campeonato deste ano.

 

Nas mídias offline a regra é geral, mas e nas mídias digitais? A mesma coisa. Se sua marca deseja usar as marcas registradas no meio online, ela precisa se tornar uma patrocinadora dos jogos. Se não for, já sabe que seu uso é errado. A única exceção é para conteúdos jornalísticos, mas que não tenha relações com informação publicitária.

 

Marketing promocional sobre a copa do mundo? Não!

 

Estava fazendo aquela promoção para sortear uma TV de LCD para ver a Copa do Mundo? Então pare já! Algumas empresas podem ficar surpresas com a notícia, mas isso também é uma norma regularizada pela FIFA neste ano. A famosa tática de “marketing de emboscada” deve ser evitada por qualquer negócio que queira pegar carona na Copa do Mundo na Rússia.

 

O contexto é simples. A organização futebolística entende que, se sua marca aproveita o posicionamento do evento para fins próprios da empresa, a atitude é considerada errônea e o negócio pode até receber uma penalidade severa pela ação. O marketing de emboscada, nesse caso, não traria lucros para o evento e sim para a empresa. Mas fazer aquela promoçãozinha sem vincular nada ao evento e nem oferecer produtos falsos (ATENÇÃO!) é permitido.

 

Seleção Brasileira? Não, só seleção mesmo.

 

Essa regrinha é prática, porém requer atenção ao detalhe. Se sua marca vai se referir à Seleção Brasileira na campanha de marketing, é importante lembrar que o termo usado deve ser somente “Seleção” e não “Seleção Brasileira”. A palavra “seleção” pode ser usada em qualquer lugar: redes sociais, blogs, newsletters, ação promocional, entre outros. Mas “seleção brasileira” é algo restrito somente aos patrocinadores. Não vá confundir, hein!?

 

Não venda produtos com marcas oficiais

 

Sua empresa pode apostar na criatividade para fazer brindes, presentes e quaisquer tipos de produtos sobre a Copa do Mundo. A única exceção é não pôr nenhuma imagem oficial do evento nos produtos. Ou pior ainda, não tentar falsificar as marcas oficiais em seus produtos, pois o risco de causar uma infração grave é alta. Fora isso, qualquer item feito para celebrar a copa sem vínculo com referências de patrocínio é bem-vinda em sua estratégia de marketing.

 

Pode parecer assustador? Um pouco. Entretanto, para elaborar um bom plano de marketing neste período de gols, torcidas e muita emoção, é preciso ter criatividade e prudência na mesma balança. No geral, é só seguir esse raciocínio: “se minha marca não patrocina o evento, melhor não parar justiça”. Dessa forma, seu marketing esportivo fica seguro, seu posicionamento cresce, seus clientes ficam satisfeitos e todo mundo cai na nostalgia de ver nosso Brasil campeão esse ano.

 

 

 

 

Fonte: https://www.profissas.com.br/quais-sao-as-regras-de-marketing-para-a-copa-do-mundo/